Gestão

Varejo calçadista cria 2,7 mil postos de trabalho em setembro

novos posts varejo calçadista

O final 2019 foi extremamente positivo para o setor calçadista, principalmente pelo número de postos de trabalho gerados: 2,7 mil, em setembro, 296% maior que o mesmo período em 2018, que registrou 681 novas vagas. Os dados são Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). 

O acumulado do trimestre é ainda mais animador. Julho, agosto e setembro somaram cerca de 3,9 mil novos postos de trabalho para o setor brasileiro de calçados. Se comparados com o mesmo período do ano anterior, que indicou saldo negativo de 2,6 mil, é um crescimento significativo. 

Crescimento

O cenário calçadista foi um dos únicos que se destacou em 2019, muito por conta de alguns impactos de investimento nos setores civis e agropecuários. Contrariando todo o mercado de transformação no Brasil, o setor apresentou crescimento, essencialmente em geração de empregos. 

No ano todo, 280,6 mil novas pessoas conseguiram trabalho dentro do segmento de calçados. O Estado do Rio Grande do Sul foi o beneficiado, com cerca de 90 mil. 


Ler mais
Vendas

8 erros em vendas de calçados para nunca mais repetir

erros em vendas

Fazer uma boa venda é garantir que o cliente tenha feito a melhor escolha. Esse exercício passa pelas etapas do bom atendimento, empatia, educação, instrução e simpatia. Um bom vendedor* sabe passar por todas elas e evitar, ao máximo, que os erros em vendas atrapalhem esse processo, seja na comercialização de um produto ou serviço. 

Para ajudar na capacitação dos profissionais de venda do ramo calçadista, elencamos, neste post, oito falhas que podem acontecer no processo de vendas. Leia com atenção, anote as dicas e, se identificar-se em algum ponto, fique de olho para nunca mais repetir. Boa leitura! 

*Neste post, a grafia “vendedor”, embora no masculino, está envolvendo profissionais de todos os gêneros. 

1. Coagir o cliente

Todos os que visitam a loja precisam de espaço, até mesmo aqueles dispostos a comprar. Entender esse ponto é crucial para oferecer uma boa experiência de compra ao consumidor. 

Lembre-se de nunca coagir o cliente e o deixar em um situação “sufocante”, que pode ficar constrangedora e, ao mesmo tempo, estressante ao comprador. 

Você pode – e deve – oferecer ajuda e orientação, mas é necessário ter a percepção de quando ele o quer ou não por perto, e essa impressão de estar atrapalhando ou não pode ser percebida por algumas ações do cliente, como o pouco contato visual, a pouca vontade de continuar o diálogo ou a vontade de sair de perto, indo para outras seções da loja. 

Se sentir que o cliente quer ficar sozinho, o deixe e fique a uma distância considerável, mas sempre de olho, caso ele precisa realmente da sua ajuda. 

2. Ocultar informações

O dia está chegando ao fim, você ainda não bateu sua meta e o cliente está disposto a comprar. Não há problema em ocultar algumas informações sobre o produto para ter mais chances de fechar a venda, certo? Errado!

Um bom vendedor, ou equipe de vendas, nunca deve dar informações pela metade, essencialmente no ramo calçadista, em que os produtos podem impactar na saúde dos consumidores. 

Esse é um ponto que pode causar problemas para o vendedor e para a loja. Veja o que diz o art. 66 do Código de Defesa do Consumidor – Lei 8078/90: 

“Fazer afirmação falsa ou enganosa, ou omitir informação relevante sobre a natureza, característica, qualidade, quantidade, segurança, desempenho, durabilidade, preço ou garantia de produtos ou serviços:

Pena – Detenção de três meses a um ano e multa.

§ 1º Incorrerá nas mesmas penas quem patrocinar a oferta.

§ 2º Se o crime é culposo;

Pena Detenção de um a seis meses ou multa.”

3. Agir com má vontade

Todos têm o direito de estar em um dia ruim. Ser vendedor é ter que lidar com problemas de terceiros o dia todo, exercitar a paciência em muitos momentos e precisar manter a simpatia a todo custo, mesmo em situações desgastantes. 

No entanto, mesmo em dias ruins, é necessário não se deixar agir com má vontade. O cliente, que está em um curto período de tempo no local, não tem o dever de compreender os conflitos do vendedor, o que exige ao profissional sempre ter boa vontade, dedicação e disposição para o atendimento. 

erros em vendas
Os clientes notam quando o vendedor está conduzindo o atendimento com preguiça ou má vontade.  

Se estiver em um momento desfavorável, tome um ar, beba água ou, caso seja algo mais sério, peça ao supervisor para ir ao médico. Lembre-se que, em nenhuma hipótese, você deve descontar isso no consumidor. 

4. Subestimar o cliente

Um profissional de vendas nunca deve se permitir soar arrogante ao prestar atendimento ao cliente, afinal, o comprador percebe quando isso é feito. Escute com atenção, mostre interesse, espere o consumidor acabar de falar e demonstre seu ponto de vista de acordo com sua capacitação, profissionalismo e vivência com os produtos. 

Mais que isso, esteja aberto a outros pontos de vista, como uma sugestão diferente de arrumação da vitrine, uma orientação ao design da fachada da loja e disposição dos produtos ou, até mesmo, informações relevantes sobre aquele item, que você ainda não havia percebido. 

Tudo deve ser levado em consideração. Filtre o que pode ser interessante e sempre mantenha o atendimento na condição de instrutor e incentivador da compra, e nunca na “palavra final” ou no rebate a opiniões e sugestões. 

5. Ser irônico ou debochado

Assim como subestimar a inteligência do cliente é fácil de se notar, ser irônico, debochado ou antipático também é perceptível ao comprador, que pode encarar essa situação de uma maneira desfavorável. 

Tudo isso está ligado ao autocontrole, ou seja, a capacidade de não deixar que os impulsos emocionais falem mais alto. Por isso, antes de responder na mesma medida a uma grosseria, desrespeito ou algo “atravessado”: 

  • Diga que compreende e mostre sinais de entendimento
  • Diga que sente muito por não conseguir ajudar
  • Finja que não entendeu como desrespeito e siga a conversa normalmente
  • Peça licença e diga que outro vendedor irá atendê-lo

Importante: nem todo desrespeito deve ser tolerado. Se aquilo lhe impactou de alguma forma ou, até mesmo, entrou no quesito criminal, tal como calúnia, difamação, injúria, agressão verbal ou física, racismo, homofobia, entre outros, você deve levar às autoridades legais. 

6. Falar demais

Saiba ouvir o cliente antes de falar, assim como entender antes de ensinar. Falar demais ou “enxer a cabeça” do comprador com informações pode não ser uma boa estratégia no processo de vendas, o que pode comprometer o fechamento do negócio. 

Responda o necessário e sinta se o consumidor está a fim de ouvir ou não. Muitos clientes não conseguem fazer uma boa escolha quando alguém está falando sem parar ou dando orientações em momentos inapropriados. 

erros em vendas
Vendedores devem evitar falar mais que o necessário. 

7. Ter pouca informação sobre o produto

Um bom vendedor deve estar preparado, e essa preparação está em conhecer todas as formas de pagamento da loja, faixa de preços e, principalmente, as especificidades dos produtos. É isso que vai oferecer uma boa experiência de compra ao cliente. 

Estude bastante sobre as características dos produtos, leia sobre curiosidades e esteja munido de informações no momento do atendimento. Contudo, fale somente o que sabe e tem certeza.

8. Não ter empatia

Essa dica fala sobre tudo o que destacamos nos itens anteriores. É saber ouvir, falar, entender, orientar, instruir e silenciar nos momentos certos, sempre considerando os perfis de cada consumidor

Não ter empatia é desumanizar o atendimento. É como deixar um robô abordar o cliente. Um vendedor empático é aquele que entende que o cliente não pode gastar muito, logo não vai mostrar para ele as opções mais caras; é aquele que sabe ser bem-humorado na medida certa; que faz “exceções” ao consumidor ou convence o supervisor a flexibilizar o pagamento. 

Clientes que tiveram atendimentos humanizados e empáticos criam fidelidade com a marca e recorrência de compra, já que se sentem parte daquele ambiente e se permitem estreitar o relacionamento com a loja. 

No fim das contas, os erros em vendas são mais fáceis de evitar do que você imaginava, não é mesmo? Por isso, que tal saber um pouco mais sobre assuntos de atendimento ao consumidor? Basta clicar aqui e conferir!

Ler mais
Produto

Sapatilhas para revenda no atacado? Saiba onde encontrar

sapatilhas para revenda no atacado

As sapatilhas são calçados versáteis para as mulheres e meninas, servindo para diversas situações. Por essa razão, são itens com alta procura no comércio calçadista, estando entre os produtos mais procurados em 2018, segundo a Ablac.

(mais…) Ler mais
Vendas

13 estratégias para aumentar as vendas de começo de ano

estratégia para aumentar as vendas

A sazonalidade é muito importante para o comércio. Cada época do ano tem suas particularidades e seu potencial de vendas, e isso influencia diretamente na forma de se planejar.

(mais…) Ler mais
Gestão

Vendas no Natal no varejo calçadista: 13 dicas para faturar mais

vendas no natal

O crescimento esperado para o setor varejista em 2019 será de quase 5% em relação a 2018, o maior em seis anos. Ao observar esse número, é importante se perguntar: seu comércio está está preparado para aumentar as vendas no Natal? 

(mais…) Ler mais
Gestão

Férias coletivas de final de ano no varejo: como se organizar?

ferias-coletivas-de-final-de-ano

No Brasil, os dias entre o fim de dezembro e o início de janeiro são conhecidos como a época de férias coletivas de final de ano, já que coincidem com datas comemorativas importantes e com o recesso escolar das crianças.

(mais…) Ler mais
Gestão

Fornecedor de calçados no atacado: conheça a Wilson Atacado

fornecedores de calçados no atacado

O estoque é um fator muito importante para o varejo calçadista. Afinal, não há como seu negócio funcionar se ele não estiver organizado, em constante reposição e com produtos de qualidade. 

(mais…)

Ler mais
Gestão

O que é e como calcular capital de giro em lojas de calçados

como calcular capital de giro

Para manter uma loja de calçados funcionando, é necessário que o empreendedor assuma importantes obrigações financeiras relacionadas aos funcionários, à manutenção do local e da mercadoria e até mesmo questões burocráticas.

(mais…)

Ler mais
Gestão

Política de troca e devolução: como aplicar no varejo calçadista

política de troca e devolução

No varejo calçadista, trocas ou devoluções são algo muito comum. Podem ocorrer por vários motivos, como por problemas encontrados no produto, falta de adaptação do cliente, busca por outra cor ou numeração, ou até por arrependimento pela compra.

(mais…)

Ler mais
Marketing

Redes sociais para empresas: quais são as 5 mais importantes para o varejo?

redes sociais para empresas

redes sociais para empresas

Antes do advento das redes sociais para empresas, a aquisição e a fidelização de clientes costumavam ser mais difíceis. Hoje, com essas ferramentas, é possível estar sempre em contato com seu público.

(mais…)

Ler mais
Marketing

Vantagens do Instagram para empresas: 12 dicas para perfis de lojas

vantagens do instagram para empresas

vantagens do instagram para empresas

As redes sociais se tornaram ferramentas poderosas de divulgação para o comércio. É possível divulgar sua loja e conseguir bons resultados com um baixo (ou nenhum) investimento. Hoje, há inúmeras vantagens do Instagram para empresas que viabilizam a divulgação de perfis de loja. A seguir, separamos 12 dicas para fazer esse trabalho de forma efetiva. Boa leitura!

(mais…)

Ler mais
Produto

Botas no atacado para revenda: saiba como e onde comprar

botas no atacado para revenda

Os comércios virtuais (ou e-commerces) podem trazer uma série de facilidades para o setor calçadista varejista. Hoje, os revendedores podem renovar o estoque fazendo compras online com muita facilidade.

(mais…)

Ler mais
Gestão

Atendimento ao cliente nervoso: 10 dicas para lidar com a situação

atendimento ao cliente nervoso

atendimento ao cliente nervoso

Lidar diariamente com clientes tem lá seus desafios. É comum que muitos consumidores fiquem um pouco exaltados, seja por mau atendimento, insatisfação com produtos, pagamentos ou, simplesmente, algum motivo pessoal.

(mais…)

Ler mais
Marketing

Capital do calçado infantil: como Birigui se tornou um polo calçadista?

birigui capital do calçado infantil

Situada no noroeste paulista, Birigui conta com, aproximadamente, 110 mil habitantes e é um dos principais polos industriais do estado. Conhecida como a “Capital do Calçado Infantil”, grande parte de seu faturamento vem da produção e exportação de calçados para crianças.

(mais…)

Ler mais
Produto

Presentes para o Dia das Crianças: 7 opções de calçados infantis no atacado

presentes para o dia da crianças

A comemoração às crianças é feita no dia 12 de outubro. Próximo à data, é comum que haja muita movimentação no comércio, uma vez que pais, padrinhos e parentes vão às compras de brinquedos, roupas, artigos eletrônicos e, também, de calçados.

(mais…)

Ler mais
Gestão

Como criar metas para equipe de vendas em lojas de calçados?

como criar metas para equipe de vendas

O vendedor é um dos principais agentes para o aumento nas vendas em uma loja de calçados. Esse profissional é responsável pela satisfação dos clientes e na influência à compra desses consumidores, tendo um papel importantíssimo para o fortalecimento financeiro da empresa.

(mais…)

Ler mais
Marketing

Lojas de calçados: como fazer minha empresa aparecer no Google Maps?

como fazer minha empresa aparecer no google maps

Você já deve ter tido a experiência de colocar um nome de uma empresa no Google Maps, e ele o levar até ela, sem a necessidade da inscrição do endereço. Isso acontece por essa marca ter o seu cadastro no Google Meu Negócio (Google My Business), ferramenta que possibilita gerenciar a presença digital.

(mais…)

Ler mais
Gestão

Férias de funcionários: como se preparar?

férias de funcionários

Aquele funcionário importante para a empresa vai tirar férias e isso pode impactar na rotina da loja? Mesmo que o desespero bata à porta, é preciso ser estratégico e evitar que esse momento se transforme em uma crise.

(mais…)

Ler mais
Produto

Calçados para dia dos pais no atacado: conheça opções de revenda

calçados dia dos pais

O Dia dos Pais é uma das datas responsáveis por um dos maiores faturamentos do varejo – é o quinto, atrás do Natal, Dia das Mães, dos Namorados e da Criança. Atrativa tanto para consumidores finais quanto para lojistas, a data comemorativa é garantia de movimentação no comércio.

(mais…)

Ler mais
Gestão

Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) em lojas de calçados: como e por que fazer

demonstração do resultado do exercício

Uma Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) é um documento responsável por evidenciar a situação financeira da empresa de acordo com um determinado exercício, que pode ser mensal, trimestral, semestral, anual ou algum período de tempo específico. Ao final, constata-se se houve lucro ou prejuízo.

(mais…)

Ler mais
Vendas

Comprar sapatilhas online no atacado? Aprenda em 7 passos

sapatilhas online no atacado

Não é somente o varejo que se beneficia das compras online: as aquisições por atacado também têm espaço na internet. No setor calçadista, muitos lojistas já preterem o meio físico e optam pelo meio virtual no momento de adquirir estoque para suas lojas.

(mais…)

Ler mais
Gestão

7 acessórios para lojas de calçados que não podem faltar

acessórios para lojas de calçados

Antes de pensar nos diferenciais da marca e em como surpreender o cliente, é preciso se atentar ao fundamental, ou seja, aos itens e acessórios que não podem faltar dentro de uma loja de calçados.

(mais…)

Ler mais
Gestão

O varejo calçadista cresceu? Veja números do setor em 2018

varejo calçadista

De acordo com a pesquisa Consumo de Calçados no Brasil*, realizada pela Kantar Worldpanel, de São Paulo, a pedido da Associação Brasileira de Lojistas de Artefatos e Calçados(Ablac), o setor de calçados cresceu em 2018. No total, teve um crescimento nominal de 2,6% a mais que 2017. Continue a leitura e veja os números do segmento no ano passado!

(mais…)

Ler mais
Produto

Calçado infantil para revenda: conheça as tendências para 2020

calçado infantil para revenda

Calçados infantis são sempre ótimos produtos para o aumento nas vendas. Cada modelo é útil para uma estação, e cabe ao lojista conhecer quais deles são tendência para o momento.

(mais…)

Ler mais
Gestão

Revendedor de calçados: quais devem ser as principais habilidades desse profissional?

revendedor de calçados

Manter um comércio calçadista com boas vendas, bom ambiente interno e clientes fidelizados é o cenário ideal para todo revendedor de calçados. No entanto, para alcançar esse estágio, o gestor tem um papel muito importante. Esse profissional, acima de tudo, deve ter habilidades que contribuam para o sucesso da loja.

(mais…)

Ler mais
Sem categoria Vendas

Varejo calçadista: 14 ideias para bombar as vendas no Dia dos Namorados

vendas para o dia dos namorados

Comemorado no Brasil no dia 12 de junho, o Dia dos Namorados é uma data importante para o comércio: em 2017, o setor faturou R$ 44 bilhões, de acordo com o Boa Vista SCPC.

(mais…)

Ler mais
Vendas

Vitrine vendedora: como tornar a vitrine da loja de calçados um gatilho para vendas?

vitrine para loja

Um lojista de “bagagem” deve saber muito bem qual é o primeiro atrativo da sua loja: a vitrine. Esse expositor de produtos é fundamental para chamar a atenção de potenciais compradores e deve ser tratado com muito cuidado, a fim de se tornar um “vendedor”.

(mais…)

Ler mais
Produto

5 marcas de calçados para revender na loja

marcas de calcados para revender

Selecionar quais marcas de calçados para revender estarão no mix da loja é uma das etapas decisivas para o bom desempenho das vendas. Os produtos têm que estar alinhados às preferências da clientela, e uma escolha errada pode acabar mal, com modelos encalhados e prejuízo financeiro.

(mais…)

Ler mais
Vendas

Conheça as tendências de calçados para o inverno 2019

tendencias calcados inverno 2019

Feiras e showrooms pelo país já mostram as principais tendências de calçados para o inverno 2019. A dica para abastecer o estoque com os produtos certos é conhecer o perfil de quem compra na sua loja, uma vez que nem todas as tendências são absorvidas pelos consumidores.

(mais…)

Ler mais
Vendas

7 ações para vender mais no varejo de calçados

Empresários estão sempre em busca de iniciativas para melhorar o empreendimento. Seja um produto novo no mercado, uma forma de marketing que dê mais resultado ou uma organização mais assertiva dos produtos no ponto de venda.

(mais…)

Ler mais

Page 1 of 1

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password