A importância da comunicação visual para a loja de calçados

a importância da comunicação visual

Empresários sempre estão em busca da melhor forma de se comunicar com o público. Essa comunicação deve ser capaz não só de atrair o cliente, mas de estimular a compra e fazer com que ele queira voltar.

O varejista deve conhecer a importância da comunicação visual na construção de um ambiente que desperte no consumidor o desejo por um produto. E você, sabe como inserir na sua loja de calçados os elementos do visual merchandising?

Se a sua loja ainda não trabalha a comunicação visual, saiba que você pode estar perdendo a chance de vender! Isso porque 70% das decisões de compra são tomadas no ponto de venda, segundo mostra uma pesquisa da Nielsen. Que tal começar agora?

Além da comunicação feita com ferramentas de marketing, a loja inteira pode “falar” com o cliente: a forma de expor os produtos, mostruários, cartazes, vitrine, cores, letreiros, embalagens. Use esse conjunto para captar a atenção do consumidor, estimular a compra, fidelizar o cliente e provocar uma boa experiência na sua revenda.

Quer entender um pouco mais sobre a importância da comunicação visual e como usar seus elementos na loja de calçados? Continue a leitura!

Como escolher a comunicação visual da sua loja?

A comunicação visual da sua loja de calçados é mais importante do que imagina. Muitas vezes, alguns comerciantes pecam em não dar a devida atenção a esse detalhe, mas ele é fundamental para que os seus clientes memorizem o seu negócio. 

Por isso, ele deve falar muito sobre a sua loja de calçados para que, à primeira vista, o consumidor consiga entender o que pode esperar do seu espaço. 

Para escolher a comunicação visual da sua loja você deve, então, conhecer quem é o seu público. Afinal, conversar com meninas adolescentes não é igual a dialogar com homens de meia idade e que utilizam calçados formais. 

Outro ponto importante é conhecer bem o seu negócio, ter metas bem estabelecidas e estar certo de como você quer ser visto no ramo de calçados. Qual imagem sua loja quer passar? Algo divertido, sofisticado ou moderno? As opções são inúmeras!

No momento de criar a identidade visual do seu negócio, convém pedir ajuda a profissionais da área. Agências de publicidade são serviços que valem a pena contratar, já que contam com especialistas que entendem do assunto.  

Depois de escolher a sua comunicação visual, é importante que ela possa ser aplicável para outros elementos, como veremos em seguida. 

Elementos da comunicação visual

O ponto de venda precisa ser construído para ser um ambiente favorável às compras, que garanta uma boa experiência para o consumidor e que encante o cliente.

Conheça cada pilar da comunicação visual da loja:

Fachada

A fachada é o primeiro contato do cliente, ou potencial cliente, com a loja de calçados. A fachada não se trata só do letreiro, mas também de calçadas, muros, jardins, iluminação e vitrine. É primordial que todos os elementos estejam limpos, íntegros e em funcionamento.

Muros e paredes, por exemplo, devem estar sem pichações. As calçadas, limpas, acessíveis e conservadas; o letreiro, ser fácil de ler, de gravar na memória e ter o estilo da loja. A fachada deve ser visível durante o dia e à noite.

Vitrine

A vitrine tem de ser atrativa ao ponto de fazer com que o cliente queira entrar na loja. Coloque os produtos que você quer chamar a atenção na altura dos olhos dos compradores, mantenha a vitrine limpa e bem iluminada e use etiquetas de preços em todas as mercadorias expostas. Este último detalhe é importante, pois caso contrário você pode ser multado pelo Procon.

a importância da comunicação visual

Interior

Dentro da loja, o consumidor deve se sentir à vontade para circular e fazer as escolhas. O ambiente não pode intimidá-lo, pelo contrário, deve ter boa iluminação e ser favorável ao consumo.

Para a iluminação, as cores frias (luz branca) deixam o ambiente mais claro e os produtos são encontrados com facilidade. As cores quentes (luz amarela) dão efeito de ar mais intimista e revela detalhes das mercadorias. São essas luzes que você deve usar no provador.

As lojas de calçados têm duas prioridades: assentos e espelhos. Tenha assentos confortáveis e em número suficiente para que os clientes possam experimentar os pares. Não esqueça dos espelhos!

Os compradores devem conseguir identificar os vendedores com facilidade e a melhor forma para isso é o uniforme.

a importância da comunicação visual

Layout da loja

Faça divisão por setores e facilite a localização dos produtos e dos departamentos. Use placas para orientar os clientes sobre onde está o caixa, o pacote, os banheiros e os provadores.

Faça um layout que seja de fácil compreensão e que dê espaço para a circulação dos consumidores. Preste atenção à largura dos corredores, construa rampas ou elevadores para a acessibilidade e organize a loja para que as pessoas tenham contato com o máximo de produtos.

Escolha móveis e objetos de decoração que combinem com o estilo da loja e que transmitam a mensagem que você quer passar ao público.

Organização dos produtos

Explore cada espaço da loja. Estimule a venda casada e agrupe produtos semelhantes para que o cliente se lembre que pode precisar do outro item. Por exemplo: bota e meia-calça, sapato masculino e cinto, tênis e meia.

Perto do caixa, aposte em itens com preços mais baixos para estimular compras por impulso.

No fundo da loja, coloque os produtos tradicionais, que geralmente têm compra planejada, para que o cliente se desloque até lá e, durante o caminho, verifique mais opções disponíveis.

a importância da comunicação visual
A decoração para loja de calçados é fundamental para deixar clientes à vontade. Foto: Clark Street Mercantile

Aromas, cores e sons

São usados para compor o ambiente da loja de calçados e construir uma mensagem. Os três entram no subconsciente dos consumidores, gerando respostas físicas.

O uso desses três elementos – juntos ou separados – é associado a uma marca, um produto ou um estilo.

Utilize cores para chamar atenção do cliente. Elas podem deixá-lo em alerta, disperso, confortável ou com desejo de compra. Confira como usá-las a seu favor:

  • Vermelho: estimulante, energia, ansiedade, excitação, calor, amor. Usada por restaurantes fast food que buscam rotatividade de clientes.
  • Rosa: feminilidade, nobreza, romantismo, satisfação. Use para aumentar a empatia da sua loja.
  • Amarelo: relaxamento, otimismo, felicidade, alegria. É uma cor que destaca produtos.
  • Laranja: diversão, energia, entusiasmo, vibração. Use no setor infantil.
  • Verde: sofisticação, riqueza. O tom mais escuro dá sensação de requinte aos produtos.
  • Azul: calma, paz, sinceridade, confiança. Indicada para lojas de moda por proporcionar calma na escolha de calçados e roupas.
  • Preto: elegância, força, classe. Passa a imagem de exclusividade.

Música ambiente e aroma criam uma identidade para a loja, reforçam os valores da empresa e são um atrativo extra para o consumidor. Deixe o volume em um nível agradável e que permita conversas. Uma dica é criar uma playlist no Spotify.

Use um aroma ambiente para que o cliente associe aquele cheiro à sua loja. Marcas famosas fazem isso há anos.

Cartazes e embalagens

Cartazes e etiquetas anunciam descontos, indicam preços, formas de pagamento e fornecem características dos produtos. As duas devem “conversar” entre si, ter as mesmas cores e mesmo design para que a comunicação visual seja facilmente compreendida e memorizada.

a importância da comunicação visual
As embalagens também devem carregar a identidade visual da sua loja.

As embalagens encantam o cliente e o acompanham até em casa, por isso dê atenção a elas. No caso de um presente, a embalagem é o primeiro contato que a pessoa tem com o produto, portanto é essencial que cause uma boa impressão.

Uma embalagem bem pensada expressa cuidado, carinho e capricho. Ela reforça os valores da loja, fortalece que a marca está presente na vida do consumidor e é até uma forma de agradecimento pela preferência.

Redes sociais e sites

Você já se deparou com lojas que a cada postagem estão mudando a sua identidade? Sem dúvidas, essa não é uma prática interessante. O objetivo é ter uma comunicação bem estruturada para que os consumidores consigam identificar o seu negócio em qualquer lugar — até mesmo no Facebook ou Instagram. 

Perfil do Instagram do Nubank
O NuBank, por exemplo, é uma ótima referência de marca que construiu uma identidade consistente. A empresa é facilmente reconhecida pelo roxo.

Se você não conta com o serviço de uma agência de publicidade, uma sugestão é criar artes por meio do Canva, site gratuito para desenvolver posts, stories e outros materiais. Nele, você já encontra alguns modelos feitos, embora também exista a possibilidade de fazer o seu do zero. 

O importante é sempre seguir a mesma linha de fonte (tipo de letra utilizada na comunicação), logo, cores e elementos. 

Outra dica interessante, focada no Instagram, é usar aplicativos para organizar o feed. Assim, você pode visualizar antes de publicar e ter uma boa ideia de como vai ficar o perfil da sua loja. Se você gosta de trabalhar uma identidade bem específica nas redes sociais, então anote essa sugestão!

Para lojas de calçados online, a identidade visual também é assunto sério. Afinal, você precisa criar a personalidade do seu negócio. Assim como acontece nos espaços físicos, no digital o consumidor deve identificar rapidamente qual o estilo daquele e-commerce e qual a mensagem que você quer passar. 

Como exemplo, vamos pegar a Melissa, marca de calçados de plástico renomada e superpopular entre o público jovem adulto mais fashionista. 

Logo na primeira página da loja é muito fácil identificar que estamos diante de um produto descolado, divertido, alegre e que traz modelos e design exclusivo. E como percebemos isso? A partir da escolha da fonte, das fotografias, das cores e, claro, dos textos selecionados para comunicar com o internauta. 

O site da Melissa é um ótimo exemplo de consistência em identidade visual.

A consistência de uma comunicação visual permite que o seu negócio seja facilmente reconhecido e que, de cara, por meio de cores e elementos, ele fale sobre si. 

Mais uma vez, essa é a importância de conhecer bem o seu público. Justamente pela Melissa saber com quem fala, ela pode usar e abusar de diversos elementos pois compreende que eles irão fazer sentido para o consumidor. 

Portanto, em seguida, você irá aprender a identificar o seu público-alvo. 

Conheça o seu público-alvo

Para as lojas online, que conseguem ter acesso a dados que auxiliam a traçar o perfil do consumidor, provavelmente será muito mais fácil descobrir quem é o seu público-alvo. Aliás, até para quem vende apenas em redes sociais é possível analisar essas informações, desde que sua página seja comercial. 

Já para as lojas de calçado físicas, pode ser um pouco mais desafiador e requer muita atenção e observação. Ou seja, é preciso compreender quem são as pessoas que passam no seu espaço, qual o perfil das que compram e quais são os produtos que mais saem. 

Por isso, é muito importante sempre ter um estoque organizado, ter um excelente controle de saídas e entradas e, claro, metas bem estabelecidas, a fim de deixar explícito onde você quer chegar.

E por falar em metas, é muito importante que você também tenha bem definido quem são as pessoas com as quais deseja atingir. Qual a idade delas? Qual o poder aquisitivo? Que tipo de calçados você quer vender? Quer ser reconhecido como qual tipo de loja? 

Ter todos esses pontos bem definidos e estruturados ajuda a dar um rumo ao seu negócio. Uma boa dica é, de fato, colocar tudo isso no papel (ou nas telas). Monte um planejamento e escreva tudo. 

Após compreender melhor quem é o seu público-alvo, é importante também saber o que não fazer na comunicação visual, afinal, muito além de ser estéticamente agradável, ela precisa ter sentido para essas pessoas. 

O que não fazer?

O primeiro ponto e, provavelmente, o mais essencial para guiar você nesse processo, é nunca dar início à criação de uma comunicação visual sem ter um planejamento e público-alvo definido. 

Isso, porque se fizer tudo com ideias ainda mal estruturadas, corre o risco de criar algo que não estabelece nenhuma conexão com as pessoas que passam pela sua loja, ou então uma identidade que não fale muito sobre o estabelecimento. 

Sendo assim, começar sem ter objetivos bem definidos pode ser um verdadeiro desperdício de tempo e dinheiro.

Em segundo, não tente fazer as coisas por si só. Sim, nós demos a dica de utilizar o Canva anteriormente, entretanto, é importante ressaltar que essa carta deve entrar em jogo somente se você não possuir verba suficiente para investir em profissionais da área ou, então, se o seu estabelecimento é uma pequena loja em fase inicial. 

Estar consciente da importância da comunicação é fundamental para compreender o que não deve ser feito.  

Estar consciente da importância da comunicação é fundamental para compreender o que não deve ser feito.

O ideal é sempre contar com pessoas que entendam do assunto, como publicitários e designers. Afinal, eles têm conhecimento técnico, estético e sabem o que é o melhor para você e para o seu público. 

E, afinal, como escolher uma agência de publicidade?

Se você atua em uma cidade um pouco maior, provavelmente irá perceber que existe um grande número de agências de publicidade. E no meio dessas opções, fica o questionamento de qual escolher. 

Para escolher a sua agência é interessante que você visite algumas, marque reuniões, apresente as suas necessidades e ouça o que eles têm a dizer. Lembre-se de sempre anotar tudo e tirar as suas dúvidas.

É importante que você já chegue com os seus objetivos bem definidos, assim como os pontos que já idealizou e quais são as suas necessidades. 

Também é importante pedir o portfólio da agência para ter uma ideia do que você pode esperar. Verifique quais empresas eles já atenderam, quais os ramos de atuação, entre outras informações.

Além disso, é importante compreender quais os serviços oferecidos por eles, o método de trabalho e o que fazem para atingir os objetivos dos clientes. 

Lembre-se também de não ser guiado pela ansiedade para não fazer escolhas precipitadas ou aceitar aquilo que não está, de fato, aliado ao seu desejo. 

Construir uma boa comunicação visual é um processo que requer paciência, calma e dedicação, para obter bons resultados. 

Entendeu a importância da comunicação visual para a sua empresa? Que tal dar os primeiros passos agora? Ter informações sobre como administrar a loja ajuda o gestor a tomar uma decisão assertiva. Acompanhe os posts da série “Gestão”, direcionados ao ramo calçadista.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password