Inteligência emocional no ambiente de trabalho: por que vendedores devem ter

inteligência emocional no ambiente de trabalho

A rotina de um setor de vendas em uma loja tem altos e baixos. No mesmo dia em que a equipe comercial comemora a chegada de um cliente, se frustra ao saber que as vendas de calçados caíram no mês passado. Como lidar com situações diferentes sem ficar confuso? A resposta pode estar em usar a inteligência emocional no ambiente de trabalho.

Essa habilidade é cada vez mais valorizada no mundo corporativo, que busca profissionais que sabem usar suas competências emocionais para atingir resultados. Neste post, você vai entender a importância da inteligência emocional no ambiente de trabalho e como ensinar os vendedores da sua loja de calçados a desenvolvê-la.

O que é inteligência emocional?

O conceito de inteligência emocional foi popularizado em 1995 pelo livro “Inteligência Emocional”, do psicólogo americano Daniel Goleman. A obra vendeu mais de 5 milhões de cópias em 40 idiomas.

Goleman define inteligência emocional – um traço não medido por testes de QI – como um conjunto de habilidades do ser humano, que inclui controle de impulsos, automotivação, empatia e competência social.

Significa, diz ele, que, no casamento, ter inteligência emocional é ouvir o outro e ser capaz de ficar calmo. Já no ambiente de trabalho, acontece quando um chefe dá um feedback construtivo sobre o desempenho de um funcionário ou quando um vendedor sabe aceitar a crítica de um cliente.

“Inteligência emocional é um jeito diferente de ser inteligente”, disse Goleman, em entrevista ao programa Milênio, da GloboNews. “É não ser bom só nos estudos, e sim ser bom na vida; conseguir se controlar, fazer o que precisa ser feito, não desistir, evitar emoções negativas que o atrapalhem, mas ainda conseguir usar suas paixões como motivação.”

Ele garante que é possível desenvolver a inteligência emocional a partir do domínio de quatro habilidades e que corporações só têm a ganhar em produtividade e ambiente de trabalho quando esses eixos estão em equilíbrio entre os funcionários.

A importância da inteligência emocional no ambiente de trabalho

Conhecimentos técnicos são utilizados para conseguir um emprego. Mas uma vez no cargo, o que vai determinar se o funcionário vai se sobressair ou chegar à liderança, é a inteligência emocional.

A importância da inteligência emocional no ambiente de trabalho é comprovada por um estudo da TalentSmart: a habilidade está ligada a 58% do sucesso em qualquer emprego. A pesquisa mostrou ainda que 90% dos trabalhadores com alto desempenho nos seus cargos tinham grau elevado de inteligência emocional.

Uma equipe de vendas com inteligência emocional tem empatia com o cliente, autocontrole em situações de extrema pressão, aceita críticas, é resiliente, consegue influenciar o estado emocional dos outros funcionários, é focada e mais assertiva nos resultados.

Como desenvolver inteligência emocional

O treinamento da inteligência emocional é diário e não se limita a faixa etária ou profissão. Os quatro eixos para trabalhar esse quociente emocional são:

  • Autoconsciência
  • Autogestão
  • Empatia
  • Habilidade social

É possível desenvolver cada um deles a partir de algumas estratégias. Para ter autoconsciência, é preciso reconhecer emoções, entender por que as sentimos e gerenciar comportamentos. Em autogestão, é saber administrar emoções estressantes para que elas não estraguem o seu dia. É ter habilidade de esperar antes de agir, atrasar reações para evitar desgastes e deixar uma decisão difícil para o dia seguinte, depois de ter organizado melhor as ideias.

Empatia é a aptidão de compreender o que o outro está sentindo, e habilidade social é demonstrar interesse ao conhecer uma pessoa e saber ouvir.

Estudiosos dizem que essas habilidades podem ser adquiridas e aprimoradas com a prática. E isso nada tem a ver com ser mais ou menos inteligente. Diga à sua equipe de vendas que é possível desenvolver um grau elevado de inteligência emocional, mesmo não tendo nascido com ela. Tudo se resume a treinamento.

Quem precisa desenvolver inteligência emocional?

Todas as pessoas serão beneficiadas ao trabalhar a inteligência emocional. Alunos terão melhor rendimento nas aulas, vendedores de uma loja de calçados terão mais sucesso com os clientes.

Os profissionais, em geral, terão mais oportunidades de crescimento na carreira e de chegar à liderança. Os líderes, por sua vez, conseguirão influenciar o comportamento da equipe, inspirar, motivar, promover crescimento e dar bons feedbacks.

A importância da inteligência emocional no ambiente de trabalho está no fato de ela criar um ambiente corporativo em que todos atuem alinhados, condição crucial para o sucesso de qualquer empresa.

Leia mais:

2 Comments

  • Evy Abrahão Reply

    27/04/2019 at 21:02

    Fiquei Muito Interessado pelo seu post.Vou acompanhar seu Blog que é muito bom. É TOP ! Esse tipo de conteúdo tem me agregado muito conhecimento.Grato !

    • Distribuidora Wilson Reply

      10/05/2019 at 08:21

      Olá, Evy Abrahão! Agradecemos a sua preferência. Fique ligado nas nossas novidades! 🙂

Deixe um Comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password