Loja sustentável: como vender calçados de forma ecológica

Pessoa segurando ecobag

Tornar uma loja sustentável é muito vantajoso: você contribui para o meio ambiente, reduz pequenos gastos, diferencia-se da concorrência e abre caminho para um novo nicho do mercado. Cada vez mais, o consumidor busca por negócios éticos e que tenham compromisso com o mundo, com os animais e com as pessoas. E, claro, os calçados não ficam de fora dessa. 

A melhor parte disso tudo é que, transformar a sua loja em um ambiente sustentável pode ser bem simples, portanto, não precisa se preocupar se haverão muitos gastos para essa mudança. Alguns atos como nova postura e comportamento dos funcionários, uso de embalagens recicláveis e produtos melhor selecionados já são um ótimo início. 

Se você está procurando por um posicionamento ecológico para a sua loja, confira as nossas dicas e transforme o seu negócio!

Moda sustentável: o que é?

A cada ano, o diálogo sobre moda sustentável se torna mais presente, tanto entre consumidores, como entre marcas e revistas do ramo. As transformações sociais, as mudanças climáticas, o aumento das queimadas e outros desastres, levantam a importância de repensarmos toda essa indústria, seja de calçados ou de roupas. 

A moda sustentável preza por uma indústria que diminui os gastos com água, energia e outros resíduos durante os processos de produção, assim, podem diminuir os impactos ambientais negativos. 

Além disso, é incluso os calçados veganos, que são aqueles sem qualquer matéria-prima de origem animal. Esses produtos respeitam a vida dos animais e são contra a exploração e sofrimento deles. 

A moda sustentável também valoriza a reutilização de materiais e peças e, portanto, os brechós são importantes para esse movimento. Assim como o slow fashion, prática que trabalha com pequenas coleções, geralmente feitas à mão. 

Mas para quem não produz, a moda sustentável também pode acontecer dentro das lojas, com pequenas mudanças no jeito de vender, na rotina e na gestão. 

O que querem os consumidores

Ter acesso às informações torna-se cada vez mais simples, graças à internet. Nesse cenário, temos um novo consumidor mais criterioso, preocupado e que realiza pesquisas para fechar a decisão de compra

Essa mudança de comportamento contribuiu para que os consumidores começassem a pensar mais sobre os produtos, serviços e lojas dos quais consomem, assim como encontrar estabelecimentos e marcas mais responsáveis e que estejam alinhadas ao modo de pensar e se posicionar. 

De acordo com uma pesquisa feita pela Opinion Box, na qual 2.065 internautas com mais de 16 anos foram entrevistados, 55% das pessoas preferem empresas que são conhecidas por se preocuparem com o meio ambiente. 

33% dos entrevistados declararam se preocupar muito com práticas sustentáveis, já 53% se preocupam um pouco e apenas 9% disseram não se preocupar.

Consumidores com estilo de vida ecológico se preocupam em escolher lojas sustentáveis online ou físicas.

Desastres ambientais, mudanças climáticas, queimadas, sofrimento dos animais e a pandemia são eventos que acenderam um alerta entre os consumidores sobre a necessidade de serem mais seletivos e preocupados com o meio ambiente, além de praticarem um consumo sustentável. 

Ações sustentáveis para uma loja eco

Diante desse cenário de mudanças, é importante cogitar uma transformação do seu negócio para uma loja sustentável. Como já dissemos, essa troca não significa que você terá que gastar muito dinheiro, e sim poderá até mesmo economizar mais ainda. 

Apostar em uma loja sustentável, além de ser positivo para o meio ambiente e uma forma de assumir uma postura mais preocupada e consciente, é uma oportunidade de se destacar, diferenciar e conquistar um novo grupo de clientes. Em seguida, você confere as nossas dicas práticas.

Faça ações para lixo zero

Todas as lojas produzem lixo, certo? Desde embalagens, caixas, sacolas plásticas, até copinhos descartáveis, papéis de decoração, entre outros. Se você realizar uma análise criteriosa por um período de uma semana, irá ver a grande quantidade de resíduos que são descartados. 

E claro, isso é mais problemático do que pensamos. Afinal, é preciso desconstruir o conceito de “jogar fora”, já que no planeta Terra esse “fora” não existe e, na verdade, o lixo acaba por ter destinos nada ecológicos, como poluição de lençóis freáticos ou muitos anos para se decompor, como os plásticos. 

Reduzir o lixo da loja pede por um olhar sensível e criatividade. Comece por analisar a cozinha do seu estabelecimento (caso tenha). Que tal implementar uma composteira para que os funcionários possam jogar os resíduos orgânicos após o almoço? E por que não substituir todos os copinhos descartáveis pela ação “adote um copo”?

Na hora de decorar a loja, especialmente para promoções, você pode repensar sobre quais itens utilizar e evitar os tradicionais cartazes de papel ou papéis triturados para espalhar pelo chão. 

Ao invés disso, a nossa dica é apostar em quadros de lousa ou aqueles com luzes leds coloridas. Eles podem ser utilizados diversas vezes e ainda dar um charme especial ao local. 

Escolha marcas sustentáveis

Uma loja sustentável também deve ser coerente. Ou seja, não adianta você se preocupar apenas com ações internas e selecionar os seus produtos sem qualquer cuidado. 

Atualmente, muitas marcas de calçados estão mudando a sua postura e apostando em calçados veganos (sem matéria-prima de origem animal), recicláveis e que passam por um processo de produção mais ecológico e com menos recursos, como energia e água. 

E, acredite, não é tão difícil assim encontrá-los! Marcas do grupo Grendene, por exemplo, carregam todas essas características. São elas: Ipanema, Cartago, Melissa, Zaxy, Grendene Kids, Grendha, Rider e Pega Forte. 

Outras marcas como Terra e Água também são pautadas 100% em uma postura consciente e ecológica.

Atualmente, já existem calçados feitos de materiais reutilizáveis e que aplicam essas técnicas em solas de borracha recicladas, palmilhas, entre outras.

A marca Dakota também tem dado início à transformação e já podemos encontrar alguns calçados que são feitos com materiais recicláveis. 

Repense o uso de plásticos e embalagens

O plástico, sem dúvidas, é um material extremamente problemático: estima-se que ele possa levar entre 300 a 400 anos para se decompor — muito mais do que uma vida humana e, inclusive, os primeiros plásticos que foram inventados ainda estão no planeta. 

Para você ter uma noção, esses números são mais do que a metade de anos que o Brasil tem!

Por dia, estima-se que sejam consumidas um bilhão e meio de sacolas plásticas. Se formos fazer uma estimativa de quantas sacolas temos, com a quantidade de anos para se decompor, é bem assustador.

Portanto, repensar o uso de plásticos é essencial e necessário para o bem do planeta. Sabemos que lojas têm grande responsabilidade nisso, especialmente quando insistem em usar esse material e sacolas na hora de entregar o produto aos clientes. 

A nossa dica é substituir qualquer sacola plástica por aquelas feitas em papel que, inclusive, são muito mais bonitas! 

Caso você faça embrulhos para presentes, também sugerimos que mude as tradicionais embalagens plásticas e metalizadas por papel pardo. Sim, isso mesmo! Além de ser muito barato, ele dá um ar rústico e muito charmoso aos presentes e você ainda pode customizá-lo da forma que preferir. 

Você pode utilizar etiquetas de papéis, carimbos, adesivos, flores secas, barbante grosso para o laço, cartões ou estampas no papel pardo. Sem dúvidas, um embrulho mais sofisticado e que fará os olhos dos clientes brilharem.

Uma boa ideia para atrair clientes para a loja é apostar em pequenos diferenciais, como embalagens personalizadas com produtos ecológicos.

Ofereça descontos e incentivos para atitudes verdes

Conceder descontos e preços mais baixos para pessoas que utilizam embalagens retornáveis já é uma prática que existe a um bom tempo, mas ainda poucas lojas aderem. As garrafas retornáveis são bons exemplos disso. 

Algumas lojas artesanais, que trabalham com cosméticos, também já aplicam esse modelo de incentivo ao dar desconto para clientes que trazem embalagens antigas para reutilizar. 

Dentro da loja de calçados isso também pode ser feito. Você pode trabalhar com ecobags a preços acessíveis e sugerir ao cliente que toda vez que ele trouxer a sacola de tecido, irá ganhar 5% ou 10% de desconto. 

Além de você incentivar que os seus consumidores tenham atitudes ecológicas, sua loja reduz os gastos com sacolas — afinal, o gasto é sempre grande, se pensarmos que diariamente muitos produtos são vendidos. 

Apoie iniciativas ecológicas

Se dentro da sua cidade existem ONGs ou outros grupos que atuam em prol do planeta, que tal apoiá-los e incentivar que os seus clientes também os apoiem?

Você pode atuar como um patrocinador e também pode fazer pontos de coleta de doações na sua loja.

Por exemplo, há muitas iniciativas de recolher tampinhas de garrafa PET para trocar por cadeiras de roda ou recursos para animais em situação de abandono. Considere incluir um ponto de coleta em sua loja!

Como você pode ver, nossas dicas são muito simples, acessíveis e ainda geram economia para a sua loja. Pequenas atitudes podem se tornar grandes e, pode apostar, fazem total diferença. 

Eduque os seus consumidores a se tornarem mais conscientes durante a compra, assim como os seus vendedores a mudarem a postura e abraçarem o desafio de tornar a loja sustentável. 

Quer receber mais dicas para loja de calçados? É só assinar o formulário abaixo que iremos enviar para você, semanalmente, a nossa newsletter com conteúdos exclusivos.

Distribuidora Wilson123 Posts

A Distribuidora Wilson atua no ramo de atacado calçadista, levando aos clientes marcas renomadas como Ipanema, Havaianas, Moleca, Dakota e outras.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password