Marketing sensorial em lojas de calçados: o que é e como fazer

Marketing sensorial com calçados

Você já se perguntou como tornar o momento da compra mais especial para o seu cliente? Ou então, como se destacar e ficar na memória do consumidor? Todo o lojista deseja diferenciar-se da concorrência e, para isso, aposta em diversas estratégias. Entre elas, o marketing sensorial pode ser uma boa opção. 

Tanto na loja física quanto na venda online, é possível criar experiências que influenciam na decisão de compra e fazem com que esse momento seja único, divertido e atraente. E claro, sem precisar gastar muito!

No artigo de hoje, você vai descobrir o que é marketing sensorial, como aplicá-lo e quais os benefícios para a sua loja de calçados. Acompanhe a leitura!

O que é marketing sensorial?

O marketing sensorial é uma estratégia que atua por meio dos cinco sentidos, ou seja, trabalha com estímulos e cria experiências físicas para o consumidor. Dessa forma, o produto ou o momento de compra seguem um conceito que pode ser sentido por meio do olfato, paladar, tato, visão e/ou audição.

Ao trabalhar com marketing sensorial, você não precisa necessariamente implementar ações para todos os sentidos, até porque nem todos vão estar alinhados com o seu produto. Portanto, fica sob sua decisão escolher atuar com os cinco ao mesmo tempo ou escolher apenas um deles. 

Como funciona cada sentido?

Você já sentiu algum cheiro que lhe lembrou algum momento da infância? Ou já visualizou uma imagem que te trouxe uma sensação de conforto e serenidade? Sem dúvidas, os nossos sentidos podem trazer diversos gatilhos às memórias e sentimentos e, por isso, antes de aplicar o marketing sensorial é importante entender como cada um deles funciona.

Olfato

O olfato é um dos mais poderosos por ser um gatilho instantâneo e, como já dissemos, ele nos faz acessar diversas lembranças, assim como também nos marca com facilidade. 

No ramo de calçados, um bom exemplo de marketing olfativo são os calçados infantis com cheirinho de morango ou chiclete. É incrível como os anos se passam, mas, ao cruzarmos com um desses produtos, é bem provável que vamos nos recordar de nossa infância ou dos nossos filhos. 

Portanto, aplicar o marketing sensorial em calçados é muito fácil, mas falaremos sobre isso mais para a frente, através de exemplos e dicas práticas. 

Visão

A visão também é um dos sentidos mais relevantes para se trabalhar marketing sensorial. Afinal, é através dela que percebemos cores e formas, gerando um repertório em nossa mente. 

Muitas marcas que atuam com uma boa identidade visual ficam na memória do consumidor e, facilmente, conseguimos reconhecê-la só de olhar para os ícones ou cores, como acontece com a Coca-Cola. O vermelho já se tornou tão icônico que fica fácil identificar a empresa quando vemos um caminhão ou comercial de refrigerante com a cor. 

Trabalhar a visão também é uma boa aposta para marcas de calçado, que podem criar vitrines criativas ou decorações que fujam do comum e sigam uma linha de design mais original.

 Os estímulos sensoriais podem impactar os consumidores durante a decisão de compra. 

Mulher olhando vitrine com surpresa
Os estímulos sensoriais podem impactar os consumidores durante a decisão de compra. Cidade foto criado por javi_indy – br.freepik.com

Tato

Quando pensamos em acessibilidade, o tato é um dos sentidos essenciais, afinal, ele possibilita que pessoas com deficiências auditivas, visuais ou que não conseguem sentir cheiro possam participar. Sendo assim, se você deseja tornar a sua loja mais inclusiva, não deixe ele de fora. 

O tato pode estar dentro da sua loja, através de móveis como estantes, prateleiras, e poltronas com design inovador, por exemplo, ou até mesmo em embalagens, para quem gosta de criar embrulhos, etiquetas e pacotes diferenciados e que ofereçam algum tipo de experiência. 

Audição

A audição também é um sentido muito forte e, como exemplo disso temos o reconhecimento de voz, que se inicia quando ainda somos bebês. Por exemplo, todos nós já ouvimos alguma voz que nos fez recordar alguém que conhecemos ou nos fez lembrarmos de músicas da infância, certo? O som fica facilmente gravado em nossa memória.

Dentro da loja, a audição pode ser estimulada por meio de músicas que estejam conectadas com o público-alvo. Se você trabalha com adolescentes e jovens adultos, faz sentido apostar nas músicas favoritas dessa faixa etária e deixar o ambiente muito mais divertido e próximo a eles. Invista em playlists!

Paladar

Dentro do ramo de calçados, o paladar pode ser desafiador. Apesar de ser um sentido que traz muitos gatilhos de memórias, como as comidas familiares e festividades, pode ser um pouco mais difícil de implementar dentro da sua loja.

Entretanto, existem algumas estratégias, como associar doces aos produtos (como o exemplo dos calçados com cheirinho de chiclete ou morango), ou então, oferecer algo para beber aos clientes que estão na loja. Um bom exemplo é quando nos é servido um café delicioso. Sem dúvidas, ele não será facilmente esquecido.

Como aplicar o marketing sensorial dentro da loja?

Aplicar o marketing sensorial em sua loja pede por, primeiramente, criatividade. Afinal, não adianta investir nessa estratégia de qualquer forma e perder a oportunidade de atuar na decisão de venda por meio de gatilhos. 

Em segundo, é preciso montar uma estratégia que considere quem é o seu público, qual a essência da sua loja e quais são os produtos que você oferece. É essencial levar em conta esses pilares para não criar algo sem sentido e que, ao invés de agradar, seja irritante. Por exemplo, construir um ambiente com perfume de morango tendo um público mais formal, executivo e que busque por sapatos sociais, não faz sentido.

Por último, após ter todos esses pontos bem estruturados, você pode começar a pôr a mão na massa e aplicar o marketing sensorial. Mas como?

Sapato de salto alto azul com rosas em uma vitrine
Vitrines são excelentes oportunidades para aplicar o marketing sensorial.
Photo by Mohammad Metri on Unsplash

Vitrines

Já citamos que boas vitrines podem ser uma ótima estratégia de marketing sensorial. Além delas atraírem clientes para dentro da loja, podem fascinar as pessoas que as observam e fazer com que o seu estabelecimento sempre seja lembrado por isso.

Se criar boas vitrines se tornar um hábito e, toda vez que for organizada, trazer algo incrível, a sua loja nunca passará batida. Para isso, é importante que você tenha os seus vendedores bem treinados ou um profissional especializado em vitrinismo para compor excelentes combinações e ideias para novas coleções ou chegada das estações. 

Decoração

A decoração é essencial para sentidos como visão e tato, afinal, todos nós gostamos de nos sentir confortáveis em um local e de apreciar objetos bonitos e interessantes, não é mesmo?

Aqui, é indispensável conhecer o seu público, para então apostar em um design que faça sentido. Novamente, se você trabalha focado em pessoas mais velhas, sérias e que buscam calçados sociais, não será interessante criar algo super jovial e colorido, certo? Seria mais vantajoso apostar em um ambiente sofisticado, com cores sóbrias e elementos minimalistas. 

Se o seu segmento é mais focado em esporte, por exemplo, você pode decorar toda a loja inspirada nisso. Uma dica é, no chão, criar uma pista de corrida, pendurar quadros de atletas famosos, comprar puffs inspirados em diferentes tipos de bolas, como a de tênis e basquete. 

Para criar uma boa experiência, você pode ainda contar com a ajuda de um profissional de design de interiores especialista em comércio e, se estiver dentro das possibilidades, com uma agência de publicidade. 

A exposição de produtos de forma criativa é um ótimo apelo para o marketing sensorial. 

Parede de loja com tênis e bem iluminada
A exposição de produtos de forma criativa é um ótimo apelo para o marketing sensorial.
Photo by Marcos Rivas on Unsplash

Embalagens

As embalagens são ótimas oportunidades para trabalhar todos os sentidos, o que é ótimo para lojas virtuais que querem aplicar estratégias de marketing mais orgânicas e criar um bom relacionamento com o cliente, ainda que seja a distância. 

Se você atua com o público infantil, adolescentes e jovens, e a sua loja tem como proposta ser uma marca divertida e descolada, incluir alguns doces relacionados aos produtos pode ser uma ótima forma de trabalhar o paladar. Calçados de plástico, borracha, com personagens e coloridos podem ser facilmente associados com balinhas, jujubas e outras guloseimas.

O marketing olfativo também pode ser ativado através de aromas que podem ser implementados nos calçados ou na própria embalagem. Se você trabalha com um público feminino, apostar em um perfume suave para a loja e para os produtos pode ser bem agradável e ficará “registrado” como sua marca.

Marcas para se inspirar

Para quem nunca trabalhou com marketing sensorial, é normal que faltem algumas ideias no começo. Portanto, ter algumas marcas como referência para se inspirar é essencial e pode render boas sugestões para aplicar em sua loja. Em seguida, separamos algumas estratégias utilizadas por empresas do ramo da moda e calçados. 

Melissa

No setor de calçados, o marketing sensorial da Melissa é uma verdadeira inspiração. A marca já é facilmente lembrada pelos produtos coloridos e de plásticos e, claro, um cheiro característico que está em todas as peças da empresa. 

Você já deve ter passado perto de alguma loja e ter reconhecido o cheiro de Melissa sem mesmo entrar no estabelecimento. Pois é, a empresa fez disso uma característica forte e tornou-se memorável para os clientes por meio do olfato. 

Inclusive, o case da marca tornou-se até tema de pesquisas, como podemos ler no artigo “O ‘cheirinho’ da Melissa: aroma como estímulo sensorial e seus efeitos no comportamento do consumidor”, que explica que a presença de um aroma não requer esforço cognitivo, portanto, reconhecê-lo acontece de forma rápida.

Ainda segundo o artigo, a presença de um aroma no ambiente traz benefícios como melhorar a avaliação do espaço (por conta das memórias emocionais), elevar a satisfação dos consumidores, provocar emoções e aumentar o tempo de permanência dos clientes na loja. 

Lacoste

A grife apostou no marketing sensorial com foco na audição e, para isso, padronizou todas as playlists das diversas lojas da marca com músicas que representam a essência da Lacoste. Todas as canções, de alguma forma, estão relacionadas com a empresa e seus ideais e posicionamento. 

A estratégia é bem interessante e, qualquer que seja a loja que o cliente for visitar, ele vai se deparar com as músicas que já conhece e, quando ouvi-las em outro lugar, irá se recordar dos momentos dentro dos estabelecimentos da grife. 

Homem escolhendo sapato masculino em loja
Uma das vantagens do marketing sensorial é criar um universo para a sua loja. Venda foto criado por senivpetro – br.freepik.com

Pandora

Assim como a Lacoste, a Pandora investiu no marketing sensorial focado na audição em seus pontos de venda. Com ajuda de um music expert, a marca apostou na estratégia de radio indoor, ou seja, uma rádio interna personalizada. 

Todas as canções foram selecionadas criteriosamente para espelharem a essência sofisticada da marca e criarem um clima amistoso para descobrir novos produtos e se sentir bem dentro da loja.

Enquanto muitas lojas escolhem músicas calmas para a parte da manhã e agitadas à noite, a Pandora deu preferência em seguir um único conceito em sua rádio, sem se afetar pelo horário. Dessa forma, a marca criou o seu próprio universo, que irá receber os consumidores sempre com o mesmo clima e essência. 

O marketing sensorial é uma estratégia que, quando bem planejada, pode fazer toda a diferença em sua loja, assim como destacá-la da concorrência. Lembre-se de sempre ser fiel à essência do seu negócio e dos seus produtos. 

Gostou dessas dicas? Que tal continuar a estudar mais sobre como conquistar clientes por meio do nosso kit completo para planejar um relacionamento de sucesso com o consumidor? Clique no banner e faça download gratuito. 

Distribuidora Wilson131 Posts

A Distribuidora Wilson atua no ramo de atacado calçadista, levando aos clientes marcas renomadas como Ipanema, Havaianas, Moleca, Dakota e outras.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password