Como criar projeções de faturamento no varejo?

projeção de faturamento

Segundo o estudo Demografia das Empresas e Estatísticas de Empreendedorismo, divulgado pelo IBGE, cerca de 21% das empresas brasileiras fecharam antes mesmo de completar um ano de vida. Entre as razões para isso, é possível destacar a falta de planejamento.

A projeção de faturamento, por exemplo, é um índice muito importante para o comércio varejista. Ainda assim, boa parte dos empreendedores tem dificuldade em calcular esse número, e acaba por não conseguirem controlar a saúde do negócio.

Para auxiliar nossos leitores, elaboramos um conteúdo explicando do que se trata esse cálculo, por que ele é importante para a saúde de uma empresa e como é possível acompanhar esse índice. Boa leitura!

O que é projeção de faturamento?

Manter um comércio varejista saudável não é uma tarefa fácil. Ao mesmo tempo que há uma série de investimentos fixos e variáveis, é preciso que o negócio cumpra sua finalidade, que é dar lucro.

A projeção de faturamento é uma forma de estimar seu lucro para determinado período de tempo, e assim, definir estratégias para alcançá-lo. Dessa forma, o acompanhamento fica mais próximo e você poderá evitar surpresas com relação às finanças.

Por meio da projeção de faturamento, você pode estimar seu lucro por período.

Como criar projeções de faturamento

A forma mais simples de  fazer uma projeção de faturamento é por meio de uma tabela no Excel ou Google Planilhas. Isso porque esses programas podem gerar gráficos com base nos dados fornecidos, tornando a análise mais visual. 

O primeiro passo será escolher um período para a projeção. É comum que os comerciantes façam a estimativa anual para acompanhar o fluxo do varejo, porém você pode escolher intervalos de tempo menores, de acordo com sua preferência.

Em seguida, discrimine na planilha os dados retroativos do seu negócio, como os valores arrecadados mensalmente e os custos fixos e variáveis. A diferença entre esses valores será seu lucro mensal, que servirá de base para a projeção de faturamento. 

Após ter esses valores em mãos, chegou a hora de analisá-los e definir qual deve ser a porcentagem de aumento do faturamento de um mês para outro (sempre com base nas informações colhidas). Para auxiliar no acompanhamento desses dados utilize as fórmulas do programa.

No vídeo abaixo, do canal Daniel Cardon, há um passo a passo fácil de como fazer sua própria tabela, com base nas especificidades do seu negócio:

Dicas para projeção de faturamento

Agora que você já sabe a parte estrutural da projeção de faturamento, elencamos algumas dicas para guiar a elaboração do seu documento. Confira!

Cruze dados qualitativos e quantitativos

A melhor forma de traçar uma projeção realista é utilizando como base para os cálculos os números que você já tem. Para isso, cruze dados qualitativos e quantitativos para chegar a um resultado mais apurado.

Podemos chamar de dados qualitativos as questões mais abstratas que envolvem o negócio, como previsões de especialistas, hipóteses de mercado, sazonalidade e cenário econômico. Já os dados quantitativos dependem do seu histórico: dados cruzados de sua base anterior e probabilidades estatísticas.

Por exemplo: se você vende chinelos e teve um crescimento de 5% durante o mês de março do ano anterior, é provável que sua projeção indique que você terá esse mesmo índice durante o período presente. 

Porém, ao verificar o calendário sazonal, verá que o Carnaval foi em março no ano passado, e este ano será em Fevereiro, o que adiantará a busca por esse tipo de calçado.

Seja realista

Em primeiro lugar, é preciso ter em mente que sua projeção deve ser a menos otimista possível. Mesmo que seu negócio esteja em boa fase e que você tenha confiança nos produtos, há uma série de fatores externos que podem influenciar na sua lucratividade. Na hora de fazer os cálculos, sempre arredonde os números para baixo. 

Seja organizado

O sucesso da projeção de faturamento depende do seu nível de comprometimento. Todos os meses, organize-se e preencha a tabela corretamente, ou você pode ter problema com os valores gerados, e consequentemente, prejudicar a saúde financeira de sua empresa.

Seja comprometido e preencha sua projeção mensalmente.

Determine um plano de ação

Uma estimativa de faturamento sem um bom plano de ação não vale de nada. Paralelamente à sua planilha, anote maneiras de conseguir chegar àquele faturamento durante cada período, seja diário, mensal, semestral ou anual.

Uma dica é estar atento à sazonalidade do mercado, bem como o calendário de datas comemorativas relevantes para o seu negócio.

Calcular a projeção de faturamento do seu comércio não é uma tarefa impossível e pode ser determinante para que você mantenha uma boa gestão financeira, com uma empresa saudável e rendendo bons lucros.

Para acompanhar mais conteúdos informativos e dicas sobre gestão para o varejo, preencha o formulário abaixo e assine nossa newsletter!

0 Comentários

    Deixe um Comentário

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password