Treinamento para vendedores de calçados: como fazer?

Dois vendedores segurando tênis na mão

O treinamento para vendedores é um processo fundamental para construir um time de sucesso e que faz com que a sua loja se destaque da concorrência. Por isso, investir em um é crucial e requer que todas as etapas sejam bem pensadas, para atingir o resultado desejado. 

De acordo com uma pesquisa da Hibou, 98% dos consumidores brasileiros mudam a decisão de compra  quando são atendidos de forma negativa em uma loja. Enquanto que, para 94% deles, uma boa recepção faz toda a diferença. 

Se você quer fidelizar clientes e potencializar as suas vendas, descubra neste post como preparar um treinamento para vendedores eficaz. Boa leitura!

Treinamento para vendedores de loja: a importância dele

Entrar em uma loja de calçados e ser mal recepcionado, sem dúvidas, é uma má experiência. Deparar-se com um vendedor de cara fechada ou que não é atencioso o suficiente para ajudar o cliente a encontrar o que deseja é um grande problema e, com certeza, afastará qualquer consumidor. 

Os clientes são quem mantém os negócios em movimento e, portanto, é crucial que eles recebam um bom atendimento para que a sua loja tenha mais possibilidades de tornar-se a preferência deles. 

Além disso, quando o seu time cativa os consumidores, as chances deles indicarem a loja são maiores. Esse tipo de divulgação deve ser muito valorizada, pois a troca de experiências entre clientes sobre uma compra costuma ser decisiva para incentivar outra pessoa a escolher o seu negócio. 

Para alcançar esse atendimento de sucesso é necessário criar um treinamento completo e que ofereça aos seus vendedores as informações necessárias para recepcionar e ajudar o consumidor na hora da compra. 

Por isso, é importante estruturar cada etapa do treinamento e, claro, atualizá-lo de tempos em tempos. Afinal, vendedores também precisam estudar e se especializar constantemente para estarem a par das novidades, assim como conhecer técnicas de convencimento e abordagem. 

Em quais momentos é necessário fazer treinamentos?

Muitos donos de negócios acreditam que o único momento em que é preciso fazer treinamentos é com a chegada de um novo funcionário. E, nesses casos, grande parte dos treinos é apenas sobre o funcionamento da loja. 

A verdade é que o treinamento deve ser muito mais do que isso. Sem dúvidas, a chegada de alguém na loja requer uma preparação mais densa e que leve mais tempo, entretanto, outros momentos também devem contar com a prática.

Um bom exemplo de outros momentos em que treinamentos para a equipe de vendas devem ser aplicados são as datas comemorativas. Isso porque cada época tem as suas especificidades, e o vendedor deve estar preparado para lidar com elas.

Mulher vendedora organizando prateleira com tênis
As datas comemorativas são ótimos momentos para dar treinamentos de como ser um bom vendedor de calçados

A exemplo disso, podemos citar o Dia das Mães e o Dia dos Namorados. Muitas vezes, quem irá comprar o presente não é seu público. Se a sua loja for de calçados femininos, nessas datas é comum que o estabelecimento seja frequentado por filhos, maridos e namorados. 

Nesse caso, é importante saber como tratá-los — até mesmo porque esses consumidores costumam estar ainda em dúvida sobre o que comprar. 

Além das datas comemorativas, é importante manter o time treinado quando for instalar um novo software. Não deixe apenas o conhecimento limitado a alguns, pois nunca se sabe quando alguém irá precisar se ausentar ou até desligar-se da loja, e outro vendedor precisará tomar o lugar.

O cenário de pandemia deixou as lojas mais digitais e, nesse caso, também é importante que a sua equipe esteja preparada para lidar com as demandas que podem chegar pelas redes sociais, assim como saber tirar boas fotos, postar stories e outros tipos de conteúdo. 

Planejamento do treinamento: como criar

Agora que você já sabe a importância do treinamento e quando aplicá-lo, chegou o momento de saber planejar o processo. 

1. Faça um treinamento de acordo com as necessidades

Um bom guia para começar a planejar o treinamento para vendedores é basear-se em quais são as necessidades que você e toda a equipe sentem.

Para isso, vale a pena fazer questionários e distribuir aos funcionários mais antigos para descobrir o ponto de vista deles sobre o atendimento que atualmente é oferecido. 

Outra opção é perguntar aos colaboradores mais recentes, mas que já passaram pelo treinamento, qual a opinião deles, quais as dificuldades que estão sentindo e o que gostariam que fosse acrescentado ao processo. 

Com esse conjunto de informações, ficará fácil identificar o que é preciso ser desenvolvido no treinamento.

2. Estude o tempo de duração

Após ter todas as informações sobre necessidades a serem desenvolvidas, chegou o momento de estipular o tempo de duração. 

Nesse caso, ele pode mudar de acordo com o propósito. Para treinamentos de software, por exemplo, poderá ser apenas alguns dias. Já para aqueles focados em novos colaboradores, um mês pode ser o tempo essencial. 

Além disso, veja também qual a sua urgência. 

Se for necessário ter um funcionário pronto o quanto antes, cabe diminuir o tempo de treinamento. Entretanto, é preciso que ele seja estruturado corretamente para que não haja lacunas. 

3. Pense nas etapas

Assim como o tempo, as etapas irão depender do objetivo do treinamento. Se for um processo de apenas uma semana, cada dia poderá corresponder a uma fase. 

Mas se for para novos vendedores, e o treinamento durar um mês, cada semana pode corresponder a uma etapa.

Vendedora entregando sacola com calçados para cliente
As etapas devem corresponder às habilidades a serem desenvolvidas para o perfil de um bom vendedor.

É importante que os assuntos sejam bem definidos em cada etapa, para que o seu colaborador termine o treinamento com a sensação de estar pronto para trabalhar por conta própria. 

Você pode listar quais habilidades quer desenvolver no funcionário e dividi-las por fases, de preferência em que uma está atrelada a outra. 

4. Defina um responsável pelo treinamento

O antigo ditado “cachorro de dois donos morre de fome” faz muito sentido quando o assunto é escolher um responsável pelo treinamento. Com a chegada de novos colaboradores, é normal que eles se sintam perdidos e, por isso, é importante destinar alguém apenas para treiná-los. 

Dessa forma, os novos membros do time saberão a quem recorrer quando tiverem dúvidas e não ficarão confusos com as dicas de diversas pessoas. 

Como responsável, você pode escolher um treinador que já está há mais tempo na casa, ou então, um que esteja em um período intermediário e que você gostaria que pudesse se desenvolver mais. 

Treinar alguém também é um ótimo momento de aprendizado para quem já é colaborador e ainda tem habilidades a desenvolver. 

Formato

Com todas as etapas pensadas e o treinador definido, chegou o momento de pensar no formato dos encontros. Ou seja, de que forma essas informações serão passadas?

As tecnologias permitem que os treinos possam também acontecer com o auxílio de vídeos, podcasts e materiais para a leitura. Esses conteúdos podem ser grandes aliados para aprofundar questões mais teóricas e servir como apoio na estruturação. 

Além disso, convém que existam encontros destinados apenas para que o treinador e a pessoa em treinamento tirem dúvidas e possam trocar feedbacks. Essa pequena reunião pode acontecer uma ou duas vezes por semana, com duração de uma hora, para não atrapalhar o fluxo de trabalho. 

No caso dos treinamentos para software, você pode dividir a equipe em pequenos grupos. Afinal, é importante que todos aprendam a navegar na plataforma, o que seria inviável se fossem todos os colaboradores de uma vez. 

Contratação de profissionais de RH

Se para você, estruturar um treinamento sozinho for muito complexo, uma alternativa é contar com profissionais de RH, especialmente se for entrar uma grande leva de vendedores de loja em uma única vez. 

Os profissionais de RH, melhor do que ninguém, têm experiência em treinamentos e dinâmicas em diferentes áreas, além de terem um bom entendimento sobre questões comportamentais. 

Eles poderão estruturar treinamentos personalizados para as necessidades do negócio e os objetivos. 

Cursos online gratuitos para vendedores

Além do treinamento que irá oferecer, uma boa dica é incentivar os colaboradores a fazerem cursos para vendedores. 

Para que seja ainda mais cômodo, esses cursos podem ser feitos de forma online e gratuita. Se você ainda não conhece nenhum, temos algumas dicas. 

Como vender mais e melhor (Sebrae)

O Sebrae é um órgão de referência quando o assunto é desenvolvimento profissional e, portanto, não poderia faltar uma indicação de curso da instituição.

Mulher negra sentada com notebook nas pernas
Os cursos online permitem que os treinamentos em vendas sejam aprofundados.

O curso Como vender mais e melhor tem apenas oito horas de duração e prazo de 30 dias para ser realizado. Ao final, o participante receberá um certificado. 

Nele, o vendedor irá aprender a como lidar com o consumidor, como entender as necessidades do cliente, assim como a encantar, surpreender, conhecer produtos, estratégias de venda e comportamento humano. 

Curso de vendedor de loja (Prime Cursos)

Já para quem procura por um curso mais extenso e completo, o Curso de vendedor de loja pode ser uma boa opção. São 30 horas de aprendizado.

A grade do curso é composta por módulos sobre atitudes vencedoras, equipe de vendas, abordagem ao cliente, fechamento de vendas, fidelização e outros. 

Vendedor (iEstudar)

A nossa última dica é um curso mais aprofundado, da iEstudar, com carga horária de 210 horas de aprendizado. O certificado é disponibilizado apenas com pagamento. 

Nesse curso, o vendedor irá aprender técnicas de vendas, gestão estratégica, negociação, processo de compra do cliente, fidelização, atendimento de qualidade e outros. 

O fato é que com um bom planejamento de treinamento, cursos online e materiais complementares, a sua equipe terá informações que poderão ser aplicadas no dia a dia e fazer do seu time único. 

Outra dica para você e os seus vendedores terem mais dicas é assinar a nossa newsletter. Para receber na caixa de entrada informações e novidades para a loja de calçados, basta preencher os campos abaixo.

Distribuidora Wilson131 Posts

A Distribuidora Wilson atua no ramo de atacado calçadista, levando aos clientes marcas renomadas como Ipanema, Havaianas, Moleca, Dakota e outras.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password