O varejo calçadista cresceu? Veja números do setor em 2018

varejo calçadista

De acordo com a pesquisa Consumo de Calçados no Brasil*, realizada pela Kantar Worldpanel, de São Paulo, a pedido da Associação Brasileira de Lojistas de Artefatos e Calçados(Ablac), o setor de calçados cresceu em 2018. No total, teve um crescimento nominal de 2,6% a mais que 2017. Continue a leitura e veja os números do segmento no ano passado!

Frequência de compras

O estudo aponta que 114 milhões de brasileiros compraram calçados em 2018,o equivalente a 70% da população. Apesar da queda no gasto médio de R$ 111,01 para R$ 105,20 por compra(-5%), a frequência em compras aumentou (11,5%) e, além disso, as idas ao pontos de vendas de calçados saltaram para três vezes ao ano.

Compras por gênero

Mulheres gastaram R$ 98,33 por compra e foram quatro vezes a lojas de calçados em 2018, de acordo com a pesquisa. Já os homens marcaram menos presença nos pontos de venda calçadistas, mas o desembolso foi 43% maior a cada visita, totalizando, em média, R$ 141,25.

Segmentos

O segmento feminino foi o que mais faturou em 2018: 17,5%. Logo em seguida, vem o infantil, com 6,1%, e o masculino, que apresentou retração de 11,5%

      Segmento     Variação em valor      Variação em volume
       Feminino+17,8%+17,3%
       Masculino-11,5%-8,9%
       Infantil+6,1%-5,8%

Lojas e magazines

As lojas de calçados voltaram a ser preferência do consumidor, o que não acontecia nos últimos anos. Esses locais tiveram aumento tanto em volume (de 56% para 63%) de vendas quanto em valor (de 57% para 65%) e fizeram magazines e lojas de vestuários serem preteridos pelos consumidores.

As explicações para isso, segundo a pesquisa, estão na intenção da compra para presentear e na perda de força no percentual de shoppers que compravam nos dois canais, o que intensificou a exclusividade das lojas de calçados.

Marcas

Em 2018, as cinco marcas mais escolhidas pelo público para presentear foram Mizuno, Arezzo, Molekinha, Bibi e Melissa. No segmento esportivo, a liderança ficou com a Nike, seguida por Olympikus e Beira Rio. A Moleca continua sendo a preferida pelos consumidores, à frente de Beira Rio e Vizzano.

Lojas multimarcas ainda lideram a busca por compras (95%) e tiveram aumento na frequência de shoppers em 10,5%. As chamadas monomarcas (5% de participação no mercado) registraram tíquete médio de 22,4%.

 

*A pesquisa foi feita entre outubro de 2017 e outubro de 2018 e entrevistou 10.871 indivíduos/famílias de todas as regiões brasileiras e classes sociais.

 

0 Comentários

    Deixe um Comentário

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember me Lost your password?

    Lost Password